Letícia Macedo

Foram apenas 25 dias, porém foi tempo suficiente para me encantar com essa terrinha maravilhosa chamada Canadá, mais especificamente Toronto, que foi onde eu passei a maior parte do tempo. Durante esse período, eu pude conviver com outras culturas, porque sim Toronto é uma cidade multicultural.
Em um mesmo momento dentro de um vagão no metrô, eu podia ouvir pessoas conversando em inglês, português e outras pessoas conversando em japonês, ou devo dizer coreano, ou quem sabe talvez
chines, rsrs…
Eu posso dizer que fui muito bem recebida e muito bem tratada. É muito comum nos perder em um lugar diferente, ainda mais em um lugar onde as pessoas falam um idioma diferente do nosso. Quantas e quantas vezes eu precisei pedir informação, e como era bom ter contato e poder contar com a ajuda das pessoas que vivem lá.
Essa era também uma das oportunidades que eu tinha para colocar o inglês em prática, e eu simplesmente adorava esses momentos. Nesse período eu optei por ficar em casa de família, e devo dizer que eu tive muita sorte. Minha homestay era uma senhorinha adorável, muito comunicativa e com talentos culinários (já sinto saudades dela e das nossas conversas durante o jantar). O quarto onde eu fiquei hospedada mais parecia um quarto de princesa de tão bonito que era e com uma vista incrível daquela enorme janela.
Na escola, a interação com os alunos em sala de aula era muito prazerosa, eu ouvi cada sotaque diferente, japonês, coreano, francês, chileno, e por aí vai. E cada um dando o seu melhor para falar inglês, era bonito de ouvir e muitas vezes engraçado também.
Em tão pouco tempo eu procurei aproveitar ao máximo (e acredite, voltei para o Brasil, mas ainda tinha muitas coisas e lugares para explorar em Toronto), fui ao CNE que é um festival que acontece todo verão, onde é possível ver apresentação de aviões fazendo acrobacias, ter experiências gastronomicas e aproveitar o parque de diversões. Conheci a CN Tower, a vista lá do alto é espetacular, visitei o Ripley’s Aquarium, ver todos aqueles peixes me deu uma paz interior que eu achei demais.
Numa sexta-feira à noite, eu fui ao Budwiser Stage para assistir a um concerto com o tema da série Game of Thrones, um evento que é o desejo de muitos nerds. Fui ao Toronto Islands, onde eu pude fazer uma longa caminhada e tirar belas fotos. Conheci a Casa Loma, na verdade trata-se de um castelo que foi construído por volta de 1911 ~ 1914, é um ponto turístico que vale muito a pena visitar. Eu assisti um jogo de baseball do Blue Jays contra os Yankees, é uma experiência válida, já que esse esporte não é comum no Brasil. Fui ao Royal Ontario Museum e também ao zoológico. E claro que eu não deixei de conhecer Niagara Falls, onde eu fiquei encantada com tanta beleza, eu poderia ficar horas admirando aquele lugar. Eu super recomendo o passeio de barco, pois é emocionante e não tem como não lembrar daquela cena do desenho pica-pau em que ele faz várias tentativas para descer as cataratas em um barril.
Também conheci o High Park, um ótimo lugar para quem procura silêncio para fazer uma leitura ao ar livre, ou quem sabe meditar. Fiz um ótimo passeio ao Bluffer’s Park junto com a minha homestay, segundo ela, aquele era o lugar onde ela costumava fazer caminhadas todas as manhãs, logo quando ela se mudou para Toronto. (Se eu morasse lá perto, faria o mesmo). Eu consegui passear no Lake Shore Boulevard e comer o “rabo do castor” no BeaverTails e pude também conhecer a Woodbine Beach, que apesar de não estar tão calor, tinha banhistas e pessoas jogando vôlei de praia.
Além dessas experiências em Toronto, eu pude fazer uma trip junto com a escola para conhecer o lado Francês do Canadá. Foram ao todo 3 dias para conhecer Quebec, Montreal e Ottawa. Adorei Quebec! É uma cidadezinha romântica e charmosa. Já Montreal e Ottawa por ser maior, eu precisaria de mais alguns dias para conhecer melhor.
Valeu a pena apesar de ter sido um pouco corrido, acredito que cada experiência em um país desconhecido é válido. E eu espero um dia poder voltar para esse país tão acolhedor que é o Canadá.

Ofertas do Mês

Visto de Residente na Austrália. Confira a história de Bruno Abranches.

Orçamento
Atendimento
Whatsapp