Trabalhar na Nova Zelândia

Assim como a Austrália e a Irlanda, a Nova Zelândia é um país com ótimas políticas de visto para estudo e trabalho. Muitos brasileiros tem escolhido este destino pela possibilidade de estudar e trabalhar para se manter no país. Entenda melhor como funcionam os vistos de estudo e trabalho.

Quem pode trabalhar na Nova Zelândia?

Vamos ao que interessa: o visto de estudante, conhecido como visto de estudo e trabalho, é concedido para estudantes matriculados em cursos com pelo menos 14 semanas de duração em instituições de ensino indicadas pela NZQA (New Zealand Qualifications Authority). Com este visto você poderá trabalhar por até 40 horas durante o período letivo. Nas férias e breaks escolares você poderá trabalhar em período integral.

Embora existam outros tipos de visto de trabalho, a modalidade de estudo e trabalho é a mais procurada pelos brasileiros e também nossa indicação para os estudantes.

É importante lembrar que o visto de turista, concedido para quem vai viajar a lazer ou estudos por até 12 semanas, não concede a permissão de trabalho no país. Nós temos um departamento especializado em vistos para a Nova Zelândia. Clique aqui e faça uma análise de perfil gratuita sem compromisso.

Trabalhar na Nova Zelândia como garçom ou barista é uma ótima opção.

Trabalhos mais comuns

Embora existam opções de emprego full-time e part-time, os contratos de trabalho conhecidos como “casual” são os mais utilizados por aqueles que têm visto de estudante, uma vez que não existe o compromisso diário. A atuação será de acordo com a necessidade da empresa e a disponibilidade do estudante.

O tipo de trabalho irá variar muito, desde cafés, restaurantes, bares e hotéis. É comum também o trabalho em obras, entregas e manutenções residenciais. Na maioria dos casos não há um horário fixo. A cada semana você tem uma organização de horas para cumprir.

Documentos obrigatórios

Nossa equipe oferece todo apoio com a documentação obrigatória. De qualquer forma, não precisa se preocupar, é tudo bem simples. Para poder trabalhar no país, é necessário que você faça seu cadastro do Inland Revenue Departament, solicite seu IRD (semalhante ao PIS brasileiro) e abra uma conta no banco.

Como conseguir um trabalho?

A grande verdade é que as oportunidades estão em todos os lugares e tem vaga para todo mundo. O grande segredo é estar atento ao que acontece ao seu redor. Conversar com amigos e colegas de escola é muito importante. O sistema de indicações funciona muito na Nova Zelândia e é sem dúvida o jeito mais fácil.

Aquele velha forma de distribuir currículos também é indicada e uma pesquisa em sites e jonais locais podem trazer boas surpresas. Algumas cidades podem ser mais difíceis que outras e na baixa temporada as ofertas da vaga diminuem, mas o que prevalece é o ditado “quem procura acha”.

Ofertas do Mês

Intercâmbio Nova Zelândia: conheça um pouco melhor o país e suas possibilidades incríveis

Orçamento
Atendimento
Whatsapp